top of page
  • EmiLou

GUIA DO MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL EM LONDRES

O Museu de História Natural (The Natural History Museum) de Londres é um verdadeiro santuário de conhecimento científico e maravilhas naturais. Desde a impressionante baleia azul que saúda os visitantes no hall de entrada até os detalhados fósseis e minerais em exposição, a coleção do museu proporciona uma jornada fascinante pela diversidade da vida na Terra. A melhor parte? A entrada é totalmente gratuita. E para completar a experiência, o museu é lindo, tanto internamente quanto externamente, é simplesmente deslumbrante! Quando você estiver em Londres, você não pode deixar de incluir uma visita a esse museu para explorar e se maravilhar com o esplendor do mundo natural.


Lar de inúmeras exposições e espécimes que narram a fascinante história da vida na Terra ao longo de bilhões de anos, este museu é verdadeiramente extraordinário e é reverenciado como a "Catedral do Mundo Natural". Com mais de 80.000 espécies e amostras abrangendo todos os campos da ciência e nosso planeta, incluindo materiais de pesquisa usados pelo renomado cientista Charles Darwin, o pai da ciência moderna e da teoria da evolução, esse museu é uma preciosidade para os amantes da ciência.


Destaca-se por abrigar uma das maiores coleções de fósseis de dinossauros na Europa, além de uma ala completa dedicada à geologia, biologia e zoologia. Um verdadeiro paraíso para os curiosos, amantes da natureza e animais, bem como para famílias com crianças de todas as idades. A visita a este museu é uma oportunidade única para explorar e se encantar com a diversidade da vida em nosso planeta.


Mesmo que você não se interesse por ciência, sem dúvida vale a pena a visita porque o museu é um dos edifícios mais impressionantes da Inglaterra e merece sua atenção mesmo que você não tenha intenções de sequer passar da porta de entrada!


Museu de históra natural em Londres


Das Origens do Museu de História Natural em Londres

O Museu de História Natural de Londres foi fundado em 1881 e estava originalmente localizado no Museu Britânico (British Museum) em Bloomsbury. No entanto, à medida que as coleções do museu cresciam, ficou claro que era necessário um espaço maior para abrigá-las e exibi-las. Em 1883, o museu foi transferido para um novo edifício em South Kensington, que foi projetado especificamente para oferecer mais espaço para as coleções crescentes.


Planejamento da sua visita ao museu

O museu é enorme e para visitar é preciso um pouquinho de planejamento, como por exemplo, é recomendado que você reserve seus ingressos.


Pré-reserve seu ingresso

Uma das coisas mais encantadoras do Museu de História Natural de Londres é que sua visita é gratuita. Mas fica muito, muito cheio, então pré-reservar sua entrada on-line é uma boa ideia. Principalmente se estiver visitando nos horários de pico. Com os bilhetes em mãos você tem garantia que irá entrar e não ficará tanto tempo na fila assim. Clique aqui para reservar seus ingressos gratuitamente.


Reserve bastante tempo

Você poderia passar um dia inteiro vagando, mas nós recomendaríamos duas horas no mínimo. Estivemos lá um pouco mais de três horas e com certeza não vimos tudo, podemos voltar mais vezes.


Se você quiser relaxar, há vários cafés dentro do próprio museu, ou abasteça-se antes/depois da visita em uma das muitas opções em Kensington


Tenha um plano

Se você simplesmente entrasse no museu e depois vagasse por onde a multidão o levasse, você ainda veria algumas coisas incríveis. Mas é melhor fazer uma pesquisa antes e escolher o que você realmente quer ver. Comece pegando um mapa, disponível por uma doação de £1 na entrada ou simplesmente baixe o mapa do museu no seu celular.


Existem algumas trilhas auto-guiadas disponíveis no site do museu e um passeio guiado por áudio ao Hintze Hall. Narrado por ninguém menos que David Attenborough - o guia perfeito para este lugar! Se você não sabe quem é o David, ele é um apresentador de TV Radialista e biólogo Britânico e o mais querido do Reino Unido. Sua voz é inconfundível!


Mas nós as irmãs viajantes iremos te ajudar o museu é divido em 4 zonas: azul, verde, vermelha e laranja. Assim que você entra no museu, você entra no Hintze Hall que é a maior galeria pública do Museu. O lugar é deslumbrante, e ainda por cima você é recebido por um esqueleto de baleia azul que está suspenso no teto como um lembrete da responsabilidade da humanidade em proteger o nosso planeta. O esqueleto é composto por 221 ossos e é carinhosamente chamado de 'hope' (esperança).


Museu de história natural em Londres

Do Hintze hall você terá que decidir, pra qual zona você irá!


Zona azul, térreo

(Baleia Azul, Dinossauros e Mamíferos)


Galeria dos Dinossauros

A galeria apresenta uma coleção diversificada de esqueletos de dinossauros, desde pequenos dinossauros com penas até enormes saurópodes, juntamente com uma variedade de espécimes relacionados, incluindo fósseis de plantas antigas, insetos e répteis marinhos. A exposição mostra a rica história da progressão dos dinossauros e oferece aos visitantes um vislumbre da vida dessas criaturas fascinantes.


A coleção de dinossauros do museu foi construída ao longo de muitas décadas, com espécimes coletados em todo o mundo, incluindo locais famosos como a Formação Morrison, no oeste dos Estados Unidos, a Bacia Nemegt, na Mongólia, e a Ilha de Wight, em Inglaterra. Os exemplares expostos na Galeria dos Dinossauros representam alguns dos fósseis de dinossauros mais significativos e bem preservados, proporcionando uma janela para um passado distante e permitindo aos visitantes aprender sobre a evolução e diversidade destes animais extintos.


Os visitantes da Dinosaur Gallery ficarão maravilhados com o animado T Rex e o enorme crânio do Triceratops. Quer você seja um paleontólogo experiente ou simplesmente um admirador curioso dessas criaturas fascinantes, a Galeria dos Dinossauros certamente será um destaque da sua visita ao Museu de História Natural.


Mamíferos

O museu possui uma impressionante coleção de mamíferos, proporcionando um vislumbre do diversificado mundo da vida animal. Do majestoso elefante ao minúsculo musaranho, a coleção mostra as incríveis adaptações e processos evolutivos que moldaram essas criaturas ao longo do tempo.


Os mamíferos expostos no museu chegaram lá por diversos meios, incluindo expedições científicas e doações privadas.


Muitos dos espécimes foram cuidadosamente preservados e montados, permitindo aos visitantes observar os intrincados detalhes de sua anatomia e forma. Alguns dos espécimes foram coletados em regiões remotas do mundo, proporcionando uma visão rara dos animais que habitam essas áreas. Outros são espécimes históricos, oferecendo uma janela única para o passado e para as mudanças que ocorreram no mundo natural ao longo do tempo.


Zona verde

(Minerais e tesouros) - 1 andar


Minerais

Outro destaque das exposições permanentes do museu é a Galeria de Minerais, que apresenta uma variedade deslumbrante de minerais e pedras preciosas de todo o mundo. Aqui, os visitantes podem ver exemplares de gemas raras e preciosas, como diamantes, esmeraldas e safiras, além de minerais únicos e incomuns, como geodos de ametista e meteoritos.


Zona vermelha

O Salão da Terra

O Earth Hall no Museu de História Natural é uma exposição inspiradora que mostra os processos dinâmicos e complexos que moldam o nosso planeta. Os visitantes são levados a uma viagem pelo funcionamento interno da Terra, incluindo as forças que causam terremotos e a fúria dos vulcões. A exposição apresenta exposições interativas e exibições impressionantes que dão vida a esses poderosos eventos naturais.


Os visitantes podem aprender sobre a ciência por trás dos terremotos, como eles são medidos e seu impacto nas comunidades, bem como explorar os diferentes tipos de vulcões, desde vulcões em escudo até cones de cinzas, e descobrir o papel que desempenham na formação da superfície da Terra. O Earth Hall oferece uma oportunidade única de mergulhar no funcionamento interno do nosso planeta e compreender as forças dinâmicas que moldam o nosso mundo.


Zona laranja

O Centro Darwin - térreo


O Centro Darwin é uma instituição notável, dedicada ao estudo e preservação do mundo natural. Nomeado em homenagem ao famoso naturalista Charles Darwin, o Centro Darwin abriga milhões de espécimes, incluindo alguns dos espécimes mais significativos e únicos de todo o museu.


O Centro Darwin foi criado em 2002, após uma renovação significativa das coleções e instalações de pesquisa do museu. O centro oferece um lar de última geração para a vasta coleção de espécimes do museu e serve como um centro para pesquisa e colaboração científica.


Os visitantes do Centro Darwin podem observar o funcionamento interno do museu, incluindo o processo de preparação e catalogação de espécimes. De delicadas borboletas a enormes fósseis de dinossauros, o Centro Darwin oferece uma visão fascinante do mundo natural e do importante trabalho que está sendo feito para compreendê-lo e preservá-lo.



Museu de história natural em Londres irmãs viajantes

Na origem das espécies

“Sobre a origem das espécies por meio da seleção natural.” Publicado em 24 de novembro de 1859, este livro raro e original de primeira edição solidificou seu lugar como o trabalho mais influente sobre teoria biológica na história.

Embora a teoria da evolução já fosse geralmente aceite, as ideias de Darwin sobre a selecção natural suscitaram controvérsia e debate, especialmente nos círculos teológicos que acreditavam que os humanos não poderiam ter ascendência animal devido às suas qualidades espirituais supostamente superiores.


Existem exposições especiais e exposições permanente como a Wildlife Photographer of the Year, as 100 melhores fotos de natureza do ano. Essas exposições são pagas.


Resumo da visita

No geral, a coleção do Museu de História Natural é um testemunho da beleza e da complexidade do nosso planeta. Quer você seja um visitante curioso, um cientista iniciante ou simplesmente alguém que ama a natureza, há algo para todos os gostos no museu.


Informações práticas do Museu de História Natural de Londres

Horário de funcionamento e admissão: O museu está aberto diariamente das 10h00 às 17h50 (fechado de 24 a 26 de dezembro). Os ingressos são gratuitos, mas recomendamos que você reserve um horário para sua visita.

Endereço: Cromwell Rd, South Kensington, Londres SW7 5BD

Estação de metrô mais próxima: South Kensington


Perguntas frequentes:

O que ver no Museu de História Natural de Londres?

Se você visitou a lista acima e ainda deseja conhecer mais do museu, por que não conferir alguns dos itens abaixo:

  • Troncos de sequóia gigante acima da galeria de pássaros (Zona Verde Piso 2)

  • Galeria de Fósseis de Répteis Marinhos (Térreo da Zona Verde)

  • Um ovo de pinguim-imperador da jornada de Scott na Antártida (Zona Verde, Piso 1)

  • Simulador de terremoto reproduzindo o terrível terremoto de 1995 no Japão (Zona Vermelha, Piso 2)

  • Modelos de Pompéia das infelizes vítimas da erupção do Vesúvio em 79 d.C. (Zona Vermelha, Piso 2)

  • Lula gigante na coleção de espíritos dos bastidores (Nos bastidores do Darwin Center)


O que há de especial no Museu de História Natural?

Uma das características mais especiais e impressionantes do museu de história natural é a grande quantidade de peças de seu acervo. Cerca de 80 milhões de objetos são considerados por muitos como o repositório de história natural mais significativo do mundo. Esta vasta coleção provou ser um recurso inestimável para a comunidade científica, fornecendo informações críticas sobre a história e evolução do nosso sistema solar, a estrutura geológica do nosso planeta e a diversidade da vida na Terra.


Qual é a coisa mais valiosa do Museu de História Natural?

O espécime de Archaeopteryx lithographica do Museu é originário do mais recente calcário Jurássico Solnhofen na Baviera, Alemanha. Estava entre os mais de 1.900 fósseis de Solnhofen comprados do Dr. Karl Haberlein em 1862 por £ 700. Embora talvez não seja o mais valioso em termos monetários, o seu valor ao sugerir o processo de evolução é quase incalculável.


A ala dos dinossauros mostra uma combinação única de personagens de dinossauros e pássaros. É um dos poucos fósseis que realmente mostra a evolução em ação e a transição entre dois grandes grupos de animais.


O que você não deve perder no Museu de História Nacional?

Se escolhermos um item da coleção para ver, um favorito pessoal é o livro “Birds of America” de Audubon. Pinturas em aquarela em tamanho real de pássaros norte-americanos em seu habitat natural preenchem o livro.


Reconhecido como uma das primeiras obras ornitológicas concluídas, o livro é considerado uma obra-prima, muito valorizada por colecionadores. O museu digitalizou as fotos e você pode folhear um livro virtual durante a sua visita para apreciar os lindos pássaros.


Museu de História Natural em Londres

Se você gostou das dicas, aproveita e segue também a gente no Instagram @emiloudaybyday 
Assim você poderá acompanhar todas as nossas viagens em tempo real!
 

Planejando sua viagem para Londres ou qualquer outro destino no Reino Unido?


Sinta-se à vontade para explorar todas as valiosas dicas disponíveis no site e canal no YouTube EmiLou Day By Day, que estão aqui para ajudar o seu planejamento.



Não deixe de conferir as recomendações de pubs e restaurantes, dicas de passeios bate e volta saindo de Londres, além das informações mensais sobre Londres, sempre atualizadas para manter você informado sobre os eventos mais interessantes ao longo do ano. Descubra todas as dicas para aproveitar Londres e o Reino Unido por quem entende de verdade! Irmãs Viajantes UK Travel Experts  🇬🇧✈️

 



コメント


bottom of page