top of page
  • Lou

ROTEIRO PERFEITO DE UM FIM DE SEMANA EM LIVERPOOL

Atualizado: 8 de fev.

Liverpool não se resume apenas a um time de futebol e aos Beatles! Tem muito mais coisa na cidade do que você pode imaginar. Nos últimos anos, a cidade portuária floresceu em uma potência artística e cultural, com muitas galerias, bares, restaurantes, e isso inclui ate uma orla listada pela Unesco, a Albert Dock.

Montar um roteiro para um fim de semana perfeito em Liverpool não precisa ser uma tarefa difícil, pois a cidade oferece algo para todos os gostos, desde fãs dos Beatles a fanáticos por futebol e a todos os demais.


Liverpool

Outrora o segundo porto mais influente da Grã-Bretanha e de seu Império, Liverpool sofreu declínio econômico depois de perder sua posição de destaque e ganhou notoriedade no início dos anos 80 por um verão de tumultos. Projetos de renovação urbana esculpiram uma nova Liverpool – uma Liverpool que se afastou de uma indústria marítima e se direcionou à criatividade e a um cenário artístico florescente. A conversa de hoje invariavelmente leva ao futebol, aos Beatles e à vida noturna. Mas a cidade tem muito mais coisa para oferecer, e um fim de semana em Liverpool vai te deixar com um gostinho de 'quero mais'.


Quando visitar Liverpool?

A Inglaterra, em geral, não é um destino de férias que depende de seu clima. Há uma boa chance de chuva durante todo o ano, com os meses de verão provavelmente sua melhor aposta para evitá-las. Isso coincide com temperaturas médias mais altas que provavelmente estarão em torno da marca de 20 graus. Em Agosto sempre tem mais turistas por ser alto verão Europeu.


A temporada de futebol inglês dura nove meses, de agosto a maio, e isso pode afetar a decisão de visitar o Liverpool em momentos específicos. Espere um centro da cidade mais movimentado e um clamor por quartos de hotel se o Liverpool FC e, em menor grau, o outro time da Premier League da cidade, o Everton, estiver jogando em casa.


Para quem está pensando em fazer um tour pelo estádio, pode ser necessário ver quais pacotes ainda funcionam em dias de jogos. Isso pode incluir no meio da semana para jogos da copa e da Europa, então provavelmente é uma boa ideia verificar a lista de jogos antes de fazer planos. O estádio do Liverpool FC, Anfield, torna-se um local de música no verão, então, novamente, pode afetar aqueles que planejam visitar.


Uma cena musical próspera faz de Liverpool um anfitrião ideal para festivais. Sound City, no Triângulo Báltico de Liverpool, é um festival de musica que dura três dias e acontece em maio. Isto é seguido pelo Liverpool International Music Festival, que reúne nomes conhecidos e novos artistas por alguns dias em julho. Para completar, a International Beatleweek acontece em agosto – uma homenagem e celebração de uma semana à exportação de música de maior sucesso de Liverpool, os Beatles.


Como chegar e circular em Liverpool?

Seja por estrada, ferrovia, ar ou mar, você encontrará uma maneira de chegar e sair de Liverpool que não deve ser muito complicada.


A M6 norte-sul fica a menos de uma hora de distância, com auto-estradas afluentes atuando como as principais rotas para a cidade quando estiver dirigindo ou chegando de ônibus.


Viajantes de trem de fora de Merseyside e do Noroeste desembarcarão na Liverpool Lime Street, que está convenientemente localizada no centro. Eu fui de Londres a Liverpool de trem e a viagem dura em torno de 2 horas e 44 minutos.


Liverpool tem seu próprio aeroporto, em homenagem a John Lennon. O transporte para a cidade deve ser bastante simples com um ônibus direto, um trem da Liverpool South Parkway (que pode ser acessado por meio de um ônibus do aeroporto) ou táxi. Se vier de fora da Europa, o Aeroporto de Manchester, pode ser um ponto de chegada adequado devido ao fato de que trens e ônibus podem chegar a Liverpool em cerca de uma hora, ou 45 minutos se viajar de carro.


Por ser uma cidade portuária, você esperaria poder chegar por mar, o que é possível, embora limitado com rotas de e para Belfast, Dublin e Isle of Man. Os navios de cruzeiro param na orla também. O famoso 'Ferry Cross The Mersey' liga o cais de Liverpool ao Wirral e é considerado uma atração turística tanto quanto uma forma de transporte público. Eles também oferecem um cruzeiro hop-on hop-off de 50 minutos.


Uma vez em Liverpool, para explorar o que a cidade tem a oferecer podera ser feito de várias maneiras. A Merseyrail administra o sistema de metrô e oferece uma variedade de passes e ingressos para indivíduos e famílias. O sistema 'Plusbus' integrado permite que os usuários combinem viagens de metrô e ônibus em um único bilhete.


Os táxis com preços razoáveis ​​são abundantes, e o aluguel de bicicletas é uma alternativa e apoiada pela cidade que disponibiliza mapas de ciclovias da cidade e estacionamento para bicicleta nos principais locais.


A boa notícia para quem gosta de ver um lugar a pé, é que o Liverpool tem o tamanho adequado para tal empreitada. Muitas atrações estão dentro, o que eu chamaria pelo menos, um tempo razoável de caminhada. A orla e as docas, por exemplo, ficam a apenas 20 minutos da Lime Street Station.


Roteiro em Liverpool: primeiro dia

A Doca Real Albert

As docas no rio Mersey são o que fez a cidade que é hoje, por isso são o local ideal para começar o fim de semana em Liverpool. Inaugurado em 1846, o Albert Dock permitiu o rápido retorno de navios e suas cargas, tornando Liverpool uma das maiores cidades marítimas do mundo. Após a Segunda Guerra Mundial, a área sofreu um declínio constante, foi assoreada e acabou abandonada.


O investimento na década de 1980 deu nova vida ao cais - o status de Patrimônio Mundial da UNESCO foi alcançado com a substituição de navios de carga e mercantes por ancoradouros particulares, museus, exposições, lojas e restaurantes.

Se você decidir não comer em um dos museus ou galerias, vários restaurantes estão espalhados pelo cais. Cozinha tailandesa, italiana, cubana, catalã e britânica, entre outras, podem ser degustadas e há até um pub com tema de pirata.


Com tanto para ver e fazer, será um caso de misturar e combinar o que combina pro seu estilo de viagem. E de qualquer forma, a maior parte é gratuita, então você sempre pode voltar mais tarde.


Museu Marítimo de Mersyside

Para aqueles que desejam descobrir sobre o passado náutico da cidade durante o fim de semana em Liverpool, o Museu Marítimo de Merseyside deve ser o primeiro porto de escala.


Todo tipo de artefatos, objetos e maquetes, ao lado de navios de tamanho real, contam a história do porto e sua importância para o comércio e o consequente impacto na vida de quem está ligado a ele, que no seu auge seria praticamente todo mundo. Há uma exposição dedicada ao RMS Titanic, com itens do navio afundado lavados, limpos e expostos.


Alguns eventos e exposições são adaptados para crianças, e o museu oferece passeios pelo Old Dock (atualmente) 3 dias por semana.


Em termos de comida, há um restaurante requintado na casa com vista para a orla, e também um café, caso precise de uma pausa rápida. A entrada no museu é gratuita.


O Museu Internacional da Escravidão

Tendo se familiarizado com as façanhas marítimas da cidade, o próximo passo é aprofundar um aspecto sombiro de sua história, durante seu fim de semana em Liverpool. Dentro do Museu Marítimo de Merseyside fica o Museu Internacional da Escravidão. A atividade econômica em torno do comércio transatlântico de escravos uma vez ajudou o crescimento e a prosperidade de Liverpool e, portanto, o museu está bem localizado.


Vários temas se unem. Pode-se aprender sobre a cultura e as tradições da África Ocidental, como funcionava a escravidão como comércio e as condições angustiantes que as pessoas eram forçadas a suportar em nome do comércio. A narrativa continua em como a cultura negra influenciou a sociedade ocidental desde a abolição do comércio e depois na era moderna, onde a escravidão e a discriminação ainda prevalecem.


Este é um lugar que educa e é um lugar para contemplar.


Tate Liverpool

Hora de um pouco de arte com o Tate. Semelhante ao seu homônimo em Londres e St Ives na Cornualha, a Tate Liverpool reúne coleções de peças modernas. Como se pode esperar de uma galeria de arte, combina exposições permanentes de artistas como Lowry, com outras de caráter mais temporário, algumas das quais já apresentaram obras de Warhol, Monet e Picasso.


Galerias raramente oferecem ao visitante uma experiência passiva, e Tate Liverpool não é diferente. Isso ainda é possível se é isso que você gosta de fazer, mas, além disso, há oportunidades para participar de uma palestra ou obter mais prática e criatividade em um workshop prático.


Ah, e novamente é grátis, embora possa haver uma taxa para grandes exposições.


A história dos Beatles

O Royal Albert Dock também é um bom lugar para os fãs dos Beatles se deliciarem um pouco antes de sair para ver alguns dos marcos que eles tornaram famosos através da música. “O que uma doca regenerada tem a ver com uma das bandas mais conhecidas do mundo?” você pode estar dizendo. Bem, é onde se encontra 'The Beatles Story', a jornada do Fab Four em seu caminho para o estrelato. Ganhou prêmios, então deve ser bom.


Como se poderia esperar, há uma montanha de recordações para passar com instrumentos originais e letras de músicas em exibição. Eles até montaram uma réplica do Cavern Club, embora você possa ir e ver o verdadeiro que não está muito longe dali.


Infelizmente, este não é gratuito, mas você pode comprar ingressos sem fila com antecedência para evitar possíveis filas.


Liverpool Waterfront

Uma caminhada ao longo da orla de ou para (ou de e para o Albert Dock) é uma ótima maneira de ver alguns dos edifícios mais famosos de Liverpool. Vá no seu próprio ritmo - há muitos restaurantes e bares ao longo do caminho.


O Cunard Building, o Port of Liverpool Building e o Royal Liver Building compõem o que chamamos de "Três Graças". O Royal Liver Building é o marco mais reconhecido da cidade. Listado como Grade I, suas torres funcionam como poleiros para os Liver Birds, o emblema da cidade. 'Bella' e 'Bertie' são o assunto de inúmeras lendas locais. Dizem que se eles voarem para longe, o Liverpool não existirá mais. Algo me diz que é improvável, afinal, objetos inanimados não podem voar.


Pela primeira vez, o público agora pode acessar o edifício com um novo tour 'Royal Liver Building 360' com vistas de Liverpool e/ou Mersey em cada um dos 360 graus disponíveis.


Em frente fica o Pier Head, onde se pegará o 'ferry cross the Mersey'. Enquanto espera, tire uma foto ao lado da estátua dos Beatles. Ou sente-se em um banco e admire a vista, a seu critério.


O Triângulo Báltico

Logo atrás da orla, encontra-se uma antiga área industrial conhecida como Triângulo Báltico, embora também possa ser chamada de 'bairro criativo'. reciclados com novos habitantes voltando suas mãos para negócios inovadores, cafés peculiares, bares e clubes.


O Baltic Street Market está repleto de lojas que vendem comida de rua feita por moradores locais e provou ser muito popular desde a sua criação em 2017.


Se alguém quiser experimentar um prato nativo, então em Liverpool será o 'Scouse', que normalmente contém uma forma de carne, batatas, legumes e ervas. Geralmente é servido com pão torrado e/ou repolho roxo, com alguns lugares oferecendo uma versão vegetariana/vegana.


Itinerário de Liverpool: segundo dia

Com o fim de um dia em Liverpool, aqui estão algumas ideias para passar o segundo dia…


Excursão ao estádio do Liverpool FC

Como os ingressos para os jogos costumam ser difíceis de encontrar, os fãs de futebol - e especialmente o Liverpool FC - ainda podem entrar e explorar Anfield como parte de um passeio. Embora não seja possível replicar a atmosfera que apenas um jogo ao vivo pode oferecer, o passeio ainda tem muito a oferecer.


O clube tem diferentes pacotes para escolher, desde o básico até uma sessão de perguntas e respostas com um ex-jogador do Liverpool. Há um passeio que funciona em dias de jogos, embora você não consiga ver um jogo nem os vestiários dos jogadores. Os visitantes podem comprar os ingressos antecipadamente aqui.


Os destaques para os torcedores do Liverpool estão em todos os lugares, embora eu espere que tocar o sinal 'This is Anfield' e tirar algumas fotos de todas as 6 Copas da Europa tenham uma classificação bastante alta. Os ingressos também permitem o acesso ao museu interativo do clube.


Como alternativa, o terreno do Everton fica do outro lado do Stanley Park de Anfield, que é o mais próximo que eles parecem chegar dos vermelhos atualmente. Goodison Park é um estádio de futebol britânico "clássico", cujos passeios e uma experiência de "lendas" podem ser adquiridos.


Parque Sefton

Sefton Park pode acomodar aqueles que gostam de um passeio casual e um pouco de vegetação durante o fim de semana em Liverpool, ou uma visita mais deliberada, se estiver procurando por plantas exóticas. Aberto quase todo o ano, é palco dos Festivais Internacionais de Música e Comida e Bebida de Liverpool.


Com mais de 200 hectares para desfrutar, não é apenas um pouco de grama, algumas árvores e um balanço. Há estátuas, um lago para barcos e, sem dúvida, a joia com painéis de vidro da coroa, a Sefton Park Palm House. Construído em 1896 e agora totalmente restaurado, este belo edifício abriga a Liverpool Botanical Collection com plantas dos 5 continentes e mais de 20 tipos diferentes de palmeiras. Bem, é uma casa de palmeiras…


Claro, tem que haver algo relacionado aos Beatles em Sefton Park. Quero dizer, este é o Liverpool, afinal. Aqui está o coreto em estilo vitoriano, que supostamente serviu de inspiração para a música Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band.


Os túneis de Williamson

Talvez menos comuns em um itinerário de Liverpool sejam os Túneis Williamson. Com o nome de Joseph Williamson, conhecido por ser um empresário e filantropo excêntrico, os túneis são uma rede subterrânea, com cerca de 10 a 50 pés de profundidade, na área de Edge Hill, em Liverpool. Construídas no século 19, ninguém até hoje sabe ao certo por que foram construídas ou o tamanho real da área que cobrem.


O tour dos Beatles

Mesmo um admirador casual dos Beatles pode ter algum interesse em ver as áreas sobre as quais a banda escreveeu e cantou sobre. Os mais famosos deles são Penny Lane e Strawberry Fields, que podem ser visitados como parte deste passeio de 5 horas, mas são igualmente acessíveis a pé.


Há também, é claro, o Cavern Club, que ainda é muito importante para a cena musical de Liverpool quase 60 anos depois de ter sediado o show de estreia dos Beatles. Você também tem a opção de combinar um passeio pela cidade com um pouco da história dos Beatles se estiver com pouco tempo durante o fim de semana em Liverpool.


Você está pensando em passar um fim de semana em Liverpool? Você esteve? Deixe-nos saber nos comentários!


Gostou? Guarda este post!


Se você gostou das dicas, aproveita e segue também a gente no Instagram @emiloudaybyday 
Assim você poderá acompanhar todas as nossas viagens em tempo real!
 

Planejando sua viagem para Londres ou qualquer outro destino no Reino Unido?


Sinta-se à vontade para explorar todas as valiosas dicas disponíveis no site e canal no YouTube EmiLou Day By Day, que estão aqui para ajudar o seu planejamento.



Não deixe de conferir as recomendações de pubs e restaurantes, dicas de passeios bate e volta saindo de Londres, além das informações mensais sobre Londres, sempre atualizadas para manter você informado sobre os eventos mais interessantes ao longo do ano. Descubra todas as dicas para aproveitar Londres e o Reino Unido por quem entende de verdade! Irmãs Viajantes UK Travel Experts  🇬🇧✈️

 

Comments


bottom of page