top of page
  • EmiLou

Dicas do que fazer em Bayeux, Normandia, na França

Atualizado: 30 de jan.

A antiga cidade de Bayeux na Normandia tem quase 2000 anos, e é uma cidade maravilhosamente tranquila e histórica, que tem belos edifícios, um ar muito francês e uma abundância de história; vale muito a pena visitar quando você estiver na França.

A cidade de Bayeux é uma pequena cidade perto da costa da Normanida, muito bonita, com ruas de paralelepípedos, arte mundialmente famosa, casas em enxaimel, edifícios de pedra amaciada e com uma culinária local de dar água na boca. Além disso, você pode facilmente visitar as praias do Dia D de Bayeux - elas ficam a apenas alguns quilômetros de distancia da cidade.


Bayeux encontra-se no centro de duas invasões que moldaram a história mundial que ocorreram com quase 1000 anos de diferença. A cidade é famosa pela Tapeçaria de Bayeux (Patrimônio Mundial da UNESCO) comemorando a invasão Normandia da Inglaterra por William the Conqueror, (Guilherme, o Conquistador) em 1066. E, Bayeux também foi a primeira cidade libertada na França dos nazistas em 1944 durante a Segunda Guerra Mundial. Entre tantas coisas legais para fazer em Bayeux, vale a pena visitar a Catedral de Bayeux com mais de 900 anos, o Museu de Tapeçaria de Bayeux e o museu de guerra de Bayeux, e o melhor, tudo isso pode ser visitado em um dia apenas – muito fácil de percorrer a cidade toda pé. E foi isso que nós fizemos!


Como chegar a Bayeux saindo de Paris

A melhor maneira de ir de Bayeux a Paris é de trem da Estação Ferroviária de Saint Lazare. É uma curta viagem de 2 horas e os bilhetes estão disponíveis na Trainline ou na estação.


Você também pode alugar um carro em Paris e dirigir até Bayeux, como fizemos. Visitamos Bayeux como parte de nossa viagem de carro à Normandia e escolhemos esta cidade para usar como base enquanto visitávamos as praias do desembarque do Dia D. Para ler o post completo sobre a visita das praias clique aqui.


Acomodação

Nós ficamos hospedas no hotel Grand Hotel Du Luxembourg, simples e atendia todos aos nossos requisitos. Bem localizado, limpo, seguro, com estacionamento e um bom café da manhã incluído. Mas se preferir, você pode pegar um hotel sem estacionamento, não há problema, pois a cidade oferece vários estacionamentos públicos com amplas vagas e você pode estacionar seu carro lá mesmo. Entre 18h e 9h da manhã quase todos os estacionamentos sao gratis.


Ficamos com medo de não acharmos nenhuma vaga por isso fizemos questão de pegar um hotel com vaga no estacionamento. Mas como a cidade é tão tranquila, acreditamos que você não terá problemas em encontrar vagas.


Aonde Comer

Comemos um uma creperia super charmosa e maravilhosa, experimentamos o famoso crepe de trigo sarraceno da Normandia que faz muito sucesso. Mesmo fininha ela consegue ser levemente firme e é deliciosa. Infelizmente a creperia não tem website e não lembramos muito bem do nome, mas a creperia fica na Rue Larcher, bem pequena e foi o melhor crepe que comemos na nossa viagem a Normandia.


Também jantamos duas vezes no Le Garde Manger que fica no Hotel Reine Mathilde, comida tipicamente francesa e deliciosa.


O que fazer em Bayeux

A tapeçaria de Bayeux

A Tapeçaria de Bayeux tornou esta cidade famosa desde 1066. É uma longa tapeçaria que ilustra a invasão Normanda da Inglaterra e a Batalha de Hastings, e foi milagrosamente preservada desde a sua criação.


As cenas da tapeçaria de Bayeux são uma grande propaganda que começou bem antes da invasão Normanda e retratam William como um bom amigo de Harold.


O rei Harold renega sua promessa feita em Bayeux de que William seria seu sucessor. O que um Normando com ancestrais vikings deve fazer? Invadir, é claro! O rei Harold mereceu!


Embora a tapeçaria de Bayeux tenha sido supostamente tecida pela esposa de Guilherme, o Conquistador, Matilda e suas damas de companhia no final do século 11, provavelmente o bordado foi feito por monges na Inglaterra. O meio-irmão de William, o Conquistador, o bispo Odo, encomendou-o para a Catedral de Bayeux.


A Tapeçaria de Bayeux na França quase foi destruída durante a Revolução Francesa quando foi usada como cobertura de carroça!


Os historiadores trabalharam incansavelmente na análise da tapeçaria e, com o guia de áudio incluído, todos os visitantes podem ouvir a história que conta sobre a conquista Normanda.


O comprimento da tapeçaria de Bayeux é notável – 70 metros de comprimento e 50 centímetros de altura com 58 cenas separadas.


A localização da tapeçaria de Bayeux mudou ao longo dos anos. A tapeçaria de Bayeux originalmente era exibida na nave da catedral de Bayeux, mas agora esta em um museu no centro da cidade.


O Museu Memorial da Batalha da Normandia

A outra parte principal da história de Bayeux é o Dia D. Soldados britânicos, americanos e canadenses chegaram às praias próximas a Bayeux e lutaram contra os ocupantes alemães, e Bayeux foi na verdade a primeira cidade a ser libertada pelo exercito aliado.


Você pode aprender tudo sobre isso no Museu Memorial da Batalha da Normandia, que documenta tudo relacionado a este dia fatídico. Incluindo por que as tropas desembarcaram nas praias, exatamente onde desembarcaram e quais foram as consequências, este é um ótimo local para começar a aprender sobre esse lado da história de Bayeux.


Recomendamos fortemente que visite este museu antes de visitar as praias, para que lhe dê mais contexto à sua visita. Fomos assim que chegamos em Bayeux, é um museu pequeno, então você não precisa passar muitas horas por lá


Museu Barão Gérard

Esta exposição concentra-se em obras de arte locais e nacionais, incluindo porcelana e renda de Bayeux. Muitos pintores franceses famosos são exibidos aqui.


Catedral de Notre Dame

A imponente Catedral de Bayeux, Notre Dame de Bayeux, que domina o horizonte da cidade é uma grande estrutura gótica no centro da cidade velha.


Dedicada ao herói local, Guilherme, o Conquistador, que esteve presente na sua consagração em 1077, a Catedral de Bayeux tem elementos que remontam ao século XI. Há visitas guiadas à Catedral de Bayeux disponíveis durante todo o verão.


A catedral de Bayeux foi concebida como um local de culto para pessoas religiosas, como padres e monges. Como tal, a catedral tem muito poucos vitrais.


Também tem um significado histórico - o local foi onde Harold II fez seu juramento de se casar com a filha de William, o Conquistador, para permitir que ele tomasse a coroa da Inglaterra - que foi quebrado, o que levou à Batalha de Hastings.


A entrada é gratuita. Você também pode entrar na cripta da catedral.



Visite a Cidade Velha

Apesar de estar no meio da ação por centenas de anos, Bayeux está notavelmente bem preservada, com muitos edifícios encantadores que datam dos séculos XVI a XIX. Estamos falando de casas em enxaimel, ruas de paralelepípedos, moinhos de água, canais e um mercado de rua que se combinam para criar uma pequena cidade perfeita, compacta e fácil de caminhar. Resultado, uma das melhores coisas para fazer em Bayeux é passear e apreciar os edifícios medievais, que estão impressionantemente intactos após a Segunda Guerra Mundial - muitas das cidades da Normandia foram bastante destruídas, mas Bayeux ainda mantém seu charme medieval.


Também é provável que você veja muitos sinais sobre a libertação – como Bayeux foi a primeira cidade a ser libertada pelos americanos, eles são muito amigáveis ​​com os EUA aqui e você encontra muito turista americano andando pela cidade.


Se você estiver interessado em aprender mais sobre a história da cidade, você pode fazer uma caminhada guiada.


Praias do dia D da excursão

Enquanto as praias estão fora de Bayeux, uma das melhores coisas para fazer em Bayeux é, sem dúvida, passear pelas praias do Dia D. Como mencionado antes, você pode alugar um carro e dirigir por toda a extensão das praias da Normandia, aprendendo sobre a história do Dia D à medida que avança.


Alternativamente, você pode fazer uma excursão com visita guiada por um dia ou uma excursão com visita guiada de meio dia. Os passeios saem de Bayeux e você terá a vantagem de um guia local experiente para lhe dar todas as informações que você deseja saber sobre as praias.


Ou, uma alternativa mais econômica é pegar um ônibus de Bayeux para Omaha Beach. Não é possível ver todas as praias de ônibus, mas você pelo menos poderá dizer que viu uma fazendo isso!

Se você gostou das dicas, aproveita e segue também a gente no Instagram @emiloudaybyday
Assim você poderá acompanhar todas as nossas viagens em tempo real!
Confira também nosso canal no YouTube EmiLou Day by Day


Commentaires


bottom of page