top of page
  • Lou

NOSSO ROTEIRO DE 3 DIAS NA CRACÓVIA, POLÔNIA

Atualizado: 8 de fev.

Se você está planejando uma viagem à Polônia, provavelmente Cracóvia está no topo da sua lista de cidades para visitar. Cracóvia é uma bela cidade com uma história para contar. É a combinação perfeita de locais históricos, restaurantes acessíveis, museus, bares de vodka, escaladas de torres e lojas.


Com 3 dias em Cracóvia, você pode explorar os destaques da cidade e fazer uma excursão de um dia a um dos museus mais instigantes e sombrios da Europa.

Neste post, compartilhamos com vocês nosso roteiro detalhado e se você tiver alguma dúvida, deixe-nos saber na seção de comentários abaixo e teremos o maior prazer em ajudar!


Vamos começar!


A cidade Polonesa de Cracóvia atende a muitos requisitos, com arquitetura deslumbrante e ruas românticas de paralelepípedos, cerveja barata e comida fabulosa, é uma cidade para agradar a todos os orçamentos e estilos de viagem.


Informações importantes:

Em primeiro lugar, a moeda em Cracóvia é o zloti polonês, portanto, não há necessidade de euros!


Acomodação

Nossa acomodação por 3 noites em Cracóvia foi o Hotel Blu Raddisson. Bem central e com fácil acesso ao centro histórico.


Comida tradicional em Cracóvia

Nenhum itinerário de Cracóvia estaria completo sem experimentar o famoso zapiekanki, a comida de rua mais popular de Cracóvia. É essencialmente uma mini baguete que imita uma pizza. Normalmente coberto com queijo derretido, carne e cogumelos ou outros vegetais. A melhor parte é que eles custam apenas €1- €2, então são perfeitos se tiverem um orçamento ou limite de tempo e podem ser encontrados facilmente em toda a cidade.


Como chegar em Cracóvia

Chegar a Cracóvia de muitas cidades da Europa continental é fácil, mas pode exigir uma escala em outra cidade, dependendo de onde você estiver viajando. O aeroporto de Cracóvia é relativamente pequeno e poucas companhias aéreas voam diretamente para ele, então, para garantir que você tenha o maior número de opções de viagem e os melhores preços, tente reservar voos para Cracóvia com bastante antecedência para evitar tarifas exorbitantes.


Os aeroportos de Stansted e Gatwick em Londres oferecem uma variedade de voos diretos de companhias aéreas de baixo custo. E pra quem prefere a comodidade do aeroporto de Heathrow, a British Airways também oferece voos diretos.


O aeroporto de Cracóvia fica uns 11 quilômetros até o centro da cidade e é muito simples e barato chegar até o centro. Você pode optar por pegar o trem que sai a cada 30 minutos por 9 PLN (cerca de €2), pode pegar um táxi diretamente para a cidade por cerca de 90 PLN ou organizar um traslado particular com antecedência. De qualquer forma, a viagem dura cerca de meia hora.


Cracóvia também tem boas conexões de trem e ônibus para outras cidades da Europa.


Assim que estiver no centro da cidade, você descobrirá que é extremamente fácil de percorrer e provavelmente não precisará usar transporte público de uma parte da cidade para a outra, mas há ônibus e bondes disponíveis 24 horas por dia se você decidir aproveitá-los.


Cada passagem só de ida em um ônibus ou bonde custa 5 PLN, ou você pode optar por obter um passe diário por 20 PLN. Independentemente de como você decida se locomover, você descobrirá que a cidade é fácil de navegar, pois é relativamente pequena e compacta.


Dia 1

Explore a cidade velha / centro histórico

A primeira parada em seu itinerário de Cracóvia deve ser uma manhã explorando o centro histórico, que é movimentado e lotado o ano todo. O lugar é vibrante a qualquer hora do dia. Há multidões de turistas, floristas incansáveis, pintores de rua, músicos e carruagens puxadas por cavalos.

Comece na Praça do Mercado Principal, a ampla praça cercada por cafés, bares e lojas. Cracóvia oferece uma das maiores praças medievais da Europa, conhecida como Rynek Główny. Datada do século 13, ela é cercada por impressionantes casas geminadas em tons pastéis e igrejas imponentes. É o lugar perfeito para se perder entre as ruas de paralelepípedos, com os inúmeros cafés


E não deixe de visitar o Cloth Hall no centro da praça.


O Cloth Hall é essencialmente um mercado tradicionalmente usado para o comércio de tecidos nos anos 1300 - daí o nome. Era um importante destino para o comércio internacional e comerciantes vinham de toda a Europa para trocar mercadorias exóticas, incluindo especiarias, couro, sal e como mencionado, tecidos. Ainda é um mercado operacional hoje, embora a maioria dos comerciantes venda souvenirs em vez de mercadorias exóticas.

Basílica de Santa Maria

Depois de visitar as barracas do Cloth Hall, dirija-se à Basílica de Santa Maria, a impressionante igreja adjacente à praça. Esta igreja gótica remonta ao século XIV e é um verdadeiro testamento do estilo único de arquitetura que se desenvolveu na Polônia nessa época.


É a partir dessa impressionante estrutura gótica que o hejnał mariacki - o famoso toque de clarim da cidade - é tocado de hora em hora.


Uma tradição fascinante, a melodia é em homenagem ao trompetista mítico que levou um tiro no pescoço enquanto alertava tardiamente a cidade sobre os invasores mongóis. A entrada na igreja para o culto é gratuita, mas uma pequena taxa de entrada de 10 zł (cerca de £ 2) é solicitada aos turistas que desejam tirar fotos. De abril a dezembro, você também pode acessar a Torre Mariacki, no entanto, será necessário comprar um outro bilhete por 15zł.


Ao entrarem na Basílica não se esqueçam de olhar o teto, é lindo!

Depois de uma visita à Basílica de Santa Maria, pare para um almoço rápido em um dos bares de leite na área para provar um pouco da cozinha tradicional polonesa. Os bares de leite (Milk Bar - bar mleczny literalmente traduzido para bar de leite) são lanchonetes que se originaram como cantinas de trabalhadores subsidiados pelo governo na era comunista, e sua popularidade cresceu na década de 1930 devido à sua culinária farta, porém barata.


Hoje, as lanchonetes são uma maneira divertida de participar de uma tradição popular polonesa, e você terá a oportunidade de provar muitos pratos de especialidades diferentes por uma fração do custo de muitos outros restaurantes.


Portão de São Floriano (Brama Floriańska)

A apenas 5 minutos a pé da Basílica de Santa Maria está o Portão de São Floriano. Suas torres mais o Barbican são os únicos sobreviventes arquitetônicos das antigas defesas de Cracóvia, que outrora cercavam a cidade velha.

Tradicionalmente, o portão era usado pela realeza a caminho do castelo Wavel, hoje Brama Floriańska continua a ser a entrada principal do centro histórico de Cracóvia. Encontramos os artistas locais vendendo suas pinturas bem charmosas para fotografar.


Se visitar Cracóvia de abril a outubro, você poderá acessar o City Defensive Walls Museum e tirar as fotos mais impressionantes da varanda com vista para a vibrante Floriańska Street.


Passeio turístico pela cidade de carro elétrico 90 minutos (3 distritos)

Outra ótima maneira de explorar as belezas de Cracóvia é em um carro elétrico com motorista que será o seu guia ( o carro elétrico um pouco maior que um carrinho de golfe). A cidade oferece uma variedade de passeios que levam os visitantes a uma jornada em profundidade pelos locais mais populares, levando em consideração um pouco da história da Polônia ao longo do caminho!


No centro histórico você encontrará diversos ofertas de passeios de carro elétrico pela cidade – negocie o preço pois vale a pena! Ainda mais se você estiver num grupo de 4 ou mais pessoas.

Tivemos muita sorte e pegamos uma guia muito simpatica, a principio o passeio era apenas de 90 minutos, que nos levaria a 3 distritos com direito a visita a fábrica do Schindler. Mas ela ficou bem mais que isso, como minha minha mãe tem problemas de locomoção, acredito que a guia se sensibilizou com a nossa situação e foi extremamente calma e prestativa.

A nossa guia nos levou nos distritos de Kazimierz e Podgórze primeiro. A Kazimierz mais conhecida como o bairro judeu (Jewish Quarter) - por séculos duas religiões (católica e judaica) e duas culturas (polonesa e judaica) coexistiram em Cracóvia. As igrejas católicas eram vizinhas de sinagogas judaicas. As crianças brincavam juntas e frequentavam as mesmas escolas.


Kazimierz foi destruída durante a Segunda Guerra Mundial, mas foi reconstruída, e recentemente emergiu como uma das partes mais interessantes da cidade - cheia de vida nova e muito o que fazer. E não deixe de visitar a Antiga Sinagoga e a Sinagoga Remuh, duas das sinagogas mais importantes da cidade.


O distrito de Podgórze é a casa do antigo Gueto Judeu, para onde todos os judeus de Cracóvia foram transferidos durante a Segunda Guerra Mundial. Este distrito também sofreu terríveis devastações, partes do muro alto que cercava o Gueto ainda podem ser vistas ao passear por esta parte da cidade hoje.


Por muitos anos, o distrito de Kazimierz foi associado a barracos, casas abandonadas, etc. No entanto, após a queda do comunismo, começou a voltar à vida. Hoje, Kazimierz e Podgórze são o coração da vida noturna e do estilo industrial moderno de Cracóvia. É aqui que se situam os mais badalados pubs, restaurantes e cafés, onde tanto turistas como locais festejam desde a manhã até à madrugada.

The Empty Chairs of Krakow, Gueto Heroes Square - instalação artística projetada para homenagear as vítimas do gueto


Fomos para Zablocie, onde é o lar de muitos museus interessantes e pontos de interesse para os viajantes, incluindo a Oskar Schindler Factory, que serviu de base para o filme de Steven Spielberg de 1993, A Lista de Schindler. Oskar Schindler era um empresário alemão que salvou a vida de centenas de judeus durante o Holocausto, empregando-os em sua fábrica.


Hoje, a velha fábrica é um museu histórico que mostra como era a vida em Cracóvia durante a Segunda Guerra Mundial e vale a pena ver. O passeio pela fábrica tem 90 minutos de duração e é a maneira perfeita de aprender mais sobre a história turbulenta e única de Cracóvia. Nossa guia ficou nos esperando do lado de fora enquanto nós explorávamos o museu. Compre seu ingresso antecipadamente para evitar fila.




A fábrica conta a história de Cracóvia e das pessoas que viveram lá durante a Segunda Guerra Mundial. Fazendo você voltar no tempo através dos horrores com que o povo polonês e os judeus poloneses tiveram que lidar, você pode ver a importância do trabalho de Schindler durante a ocupação nazista. Vale a pena a visita!

Ela cobriu os pontos mais interessantes e importantes da cidade. Foi muito bom nosso passeio e recomendamos!


Papa João Paulo II

Além do Vaticano, nenhuma cidade está mais associada ao Papa João Paulo II do que Cracóvia, que permaneceu como seu lar espiritual por toda a vida. O Papa João Paulo II é natural de um vilarejo nos arredores de Cracóvia e antes de ser eleito para o papado, Karol Wojtyła passou 58 anos morando na cidade.


A região é literalmente crivada de trilhas turísticas seguindo seus passos, proclamando sua conexão com o ex-Papa com placas e monumentos. Seu nome, fotos, pinturas, estátuas e esculturas estão por todas as partes da cidade.

Jante em qualquer um dos muitos restaurantes da Cidade Velha e desfrute de uma noite de verificação da vida noturna nesta área movimentada


Day 2

Recomendamos que você passe o segundo dia do seu itinerário em Cracóvia em uma viagem histórica que você nunca vai esquecer. Embora 3 dias em Cracóvia não seja muito tempo, sentimos realmente que valeu a pena fazer a viagem de Cracóvia a Auschwitz. Passamos o dia inteiro em uma jornada educacional, primeiro nos campos de concentração de Auschwitz e Birkenau, um dos pontos históricos mais visitados. Claro, esta viagem de um dia não é divertida ou excitante, mas sim muito sombria e séria.


Você visita os locais de horror e maldade indescritíveis que ocorreram durante o Holocausto, a fim de educar as gerações futuras e prestar atenção às vítimas da guerra. No entanto, se você decidir fazer uma visita, é uma experiência gratificante e humanizante, e definitivamente vale a pena fazer se você sentir que pode encarar o dia com o respeito necessário para um passeio como este.


É difícil colocar em palavras a nossa visita a Auschwitz, mas sentimos que é uma visita vital durante os seus 3 dias em Cracóvia. Compartilhamos como viajar de Cracóvia para Auschwitz, bem como algumas reflexões sobre nossa experiência no outro post deste blog.


Day 3

Wawel Castle

Fomos direto para o Castelo Wawel, uma das principais atrações turísticas de Cracóvia que fica uns 10 minutos andando da Praça do Mercado Principal .


Situado no topo de uma colina, na orla do centro histórico de Cracóvia, este castelo em Cracóvia oferece um passeio pelo melhor da história de Cracóvia. Em 1978, foi declarada parte do Patrimônio Mundial da UNESCO e é fácil entender por quê.


O castelo foi construído na Colina Wawel, que na verdade já teve colonos que vivem nele há cerca de 50.000 anos! A primeira catedral foi construída no local por volta do ano 1000, mas ao longo dos anos os governantes a expandiram significativamente. Hoje, ele realmente incorpora a maioria dos principais estilos arquitetônicos dos séculos - gótico, barroco, renascentista, etc.


O castelo Wawel é na verdade um complexo de o prédio reais, incluindo os apartamento da família real, as estruturas do antigo castelo e a Catedral Wawel, que até hoje é considerada a principal estrutura religiosa do país. Separe pelo menos umas 3 horas para percorrer o castelo com tranquilidade.


Ao subir a colina, você poderá apreciar a vista de toda a Cracóvia e ver o rio Vístula serpenteando pela cidade. Olhando para cima, para o Castelo, você verá a arquitetura incrível e terá uma ideia de como é um edifício imponente.

Na parte superior, você poderá comprar seus ingressos se decidir fazer isso sozinho. Vale a pena comprar seus ingressos com antecedência, já que é necessário reservar os horários de entrada nas várias zonas do Castelo e segui-los devido ao grande número de visitantes.


Me apaixonei pela mistura eclética de arquitetura. A entrada na Catedral é gratuita, no entanto, a entrada no Sigismund Bell, nos Túmulos Reais e no Museu da Catedral tem uma pequena taxa de 12 zł (aproximadamente £2,50). Você também pode pré-reservar um bilhete de entrada para a Catedral de Wawel com um tour de guia de áudio por apenas £5,55.


Eu me diverti com o dragão que cospe fogo a cada 5 minutos. Diz a lenda que nos tempos antigos, o Dragão Wawel aterrorizou a cidade do Rei Cracóvia que vivia em um covil sob a Colina Wawel e aterrorizava todos os habitantes da cidade do rei Cracóvia. Eles tiveram que alimentar o monstro dando-lhe oferendas de gado, enquanto outros contos falam sobre aquela cria do inferno comia apenas virgens. Nenhum cavaleiro poderia derrotar o monstro, até que um jovem sapateiro Skuba enganou o Dragão. Ele encheu a pele de um carneiro com enxofre e piche e colocou o carneiro adulterado na frente da toca do Dragão. O monstro pegou a isca e devorou ​​o carneiro. Imediatamente, ele sentiu uma forte dor e queimação na garganta. Para matar a sede, o dragão começou a beber do rio Vístula. Porém, como a água não pode extinguir o enxofre em chamas, os gases produzidos pelos incêndios dentro dele fizeram a fera explodir. Todos os habitantes da cidade se deleitaram com a notícia e o heróico sapateiro foi devidamente recompensado. Para comemorar a derrota do Dragão, Bronisław Chromy desenhou uma escultura da besta que agora está à beira do rio no sopé de Wawel, perto da Toca do Dragão.


Como você pode ver, independentemente de quanto tempo você decida ficar em Cracóvia, você descobrirá que existem tantas opções incríveis de coisas para fazer. Cracóvia é uma cidade imperdível na Europa Oriental para viajantes de todos os tipos e para qualquer pessoa com um interesse particular em história.


Você está se perguntando quantos dias passar em Cracóvia? Está a planejar um itinerário em Cracóvia? Deixe-nos saber nos comentários abaixo!


GOSTOU? SALVE ESTE POST!


Se você gostou das dicas, aproveita e segue também a gente no Instagram @emiloudaybyday 
Assim você poderá acompanhar todas as nossas viagens em tempo real!
 

Planejando sua viagem para Londres ou qualquer outro destino no Reino Unido?


Sinta-se à vontade para explorar todas as valiosas dicas disponíveis no site e canal no YouTube EmiLou Day By Day, que estão aqui para ajudar o seu planejamento.



Não deixe de conferir as recomendações de pubs e restaurantes, dicas de passeios bate e volta saindo de Londres, além das informações mensais sobre Londres, sempre atualizadas para manter você informado sobre os eventos mais interessantes ao longo do ano. Descubra todas as dicas para aproveitar Londres e o Reino Unido por quem entende de verdade! Irmãs Viajantes UK Travel Experts  🇬🇧✈️

 

Comentários


bottom of page