top of page
  • EmiLou

Paris: Roteiro de 2 dias, um fim de semana prolongado entre amigas | Dicas de restaurante

Atualizado: 7 de fev.

Aaahhhh Paris! O que falar de Paris? Todos os clichês passam pela cabeça nesse momento. Já fomos à Paris algumas vezes, com amigos que moravam em Paris e tornaram-se nossos guias, já fomos sozinhas desbravar Paris, fomos à trabalho (cada uma de nós com seu respectivo trabalho) então acreditamos que podemos dar algumas dicas valiosas aqui neste post para você!


Em setembro de 2023 fizemos uma viagem entre amigas e resolvemos passar um fim de semana prolongado em Paris. A escolha foi muito simples, queríamos comer bem, queríamos fazer um bate e volta de Paris para Reims e simplesmente porque fazer uma viagem para Paris saindo de Londres é super fácil através do Eurostar.


O propósito da viagem não era fazer correndo todos os pontos turísticos de Paris, e sim de nos divertir! Mas mesmo assim fizemos um pequeno planejamento que iremos dividir com vocês, e para isso a Lou pediu ajuda aos colegas franceses do trabalho dela. Os franceses não recomendam os cafés mais famosos, como o Laduree e Pierre Carden. Esses cafés ficaram tão populares que se tornaram grandes cadeias e a qualidade deixou a desejar, isso para os padrões franceses, pra nós, é tudo maravilhoso! Os franceses não gostam muito de cadeias e preferem aqueles cafés mais tradicionais, pequenos e únicos - aquele típico que você só encontra em um bairro específico.


A dica dos franceses foi sempre procurar por uma padaria, (bolangerie em francês), qualquer uma que tiver fila na porta com francês verdadeiro esperando nela, entra porque será bom! Dito e feito, sempre que fizemos isso deu super certo!


Claro que você pode, e deve visitar todos os cafés famosos de Paris, até porque é sempre bom ter a sua própria experiência. E também somos turistas com tempo contado, não temos muito tempo para ficar procurando o melhor café e sem saber ao certo se iremos acertar ou não, e acabamos indo nos mais famosos e recomendados pelos amigos para não ter erro.


Onde ficar hospedado?

Assim que postamos fotos no nosso Instagram, recebemos uma chuva de perguntas sobre acomodação em Paris. Realmente não é a cidade das mais baratas, mas procurando com antecedência você encontra muita coisa legal. Nós estávamos em 3 e queríamos ficar bem localizadas, mais ou menos perto de tudo para andar pela cidade. Sabemos que se você fica um pouco mais afastado do centro você encontra acomodações com preços mais acessíveis, mas em compensação você gasto dinheiro com transporte e tempo no deslocamento. E com certeza, não queríamos perder tempo.


Nós ficamos hospedadas no Hôtel Le Friedland custo benefício muito bom, e bem perto da Champs-Elysées e do Arco do Triunfo - boa localização. Os quartos foram recém reformados, bom tamanho, camas confortáveis, quarto limpo e com um ar condicionado bem potente que nos salvou do calorzão daquele fim de semana em Paris. Banheiro bom e com chuveiro potente! E os produtos e cosméticos disponibilizado pelo hotel eram da Nuxe. Recomendamos! Vale lembrar, que quanto mais antecedência você reserva sua acomodação, melhor são os preços.


DIA 1

Saímos de Londres não muito cedo e fomos de Eurostar para Paris. Assim que chegamos na estação de trem Gare Du Nord, enfrentamos a fila do táxi e fomos de táxi para o nosso hotel. Deixamos nossas malas nos quartos (nosso quarto já estava pronto) e já fomos flanar por Paris. Como estávamos morrendo de fome, fomos direto comer no Carette, um dos melhores Cafés de Paris na nossa humilde opinião. Não é tão conhecido entre os brasileiros, mas os franceses recomendam e muito.


Antes de chegarmos lá já passamos pela Champ-Elysees para olhar algumas lojinhas e o arco do triunfo para tirar uma fotinhos. E nem 10 minutos já estávamos em um dos nossos restaurantes favoritos em Paris, a icônica Carette. Uma instituição Parisiense desde 1927. De estilo Art Déco, com um agradável terraço na Place du Trocadero, é um local muito frequentado pelos parisienses. Eles possuem várias opções deliciosas no cardápio e são muito bem recomendados por causa dos macarons. Quando chegamos tinha um pouco de fila, mas na verdade a fila era para sentar na varanda, e como queríamos ficar na parte de dentro do restaurante com ar-condicionado, entramos logo. Perdemos a noção do tempo conversando, bebendo e experimentando os doces, que quando vimos já eram quase 6 horas da tarde.



Fomos bater perna, flanar por Paris passando pela Trocadero, pra fazer aquelas famosas fotos de frente para a torre Eiffel. O tempo estava tão bom, e como ainda era verão, ainda não tinha escurecido e resolvemos caminhar pelo ao longo do rio. O nosso plano era ir jantar, mas como estávamos muito cansadas e relativamente cheia do nosso almoço/jantar, fomos direto para o hotel descansar.


Dia 2

Nosso segundo dia foi dedicado a conhecer uma outra cidade, Fomos para Reims, a região do Champanhe e que fica à 45 minutos de trem rápido de Paris. Fizemos um post separado, clique aqui para ler.


Mas antes de irmos para a estação de trem nós fomos tomar café no Café Madaleine Paris que fica na 35 Pl. de la Madeleine, 75008 Paris, France. O café tem culinária típica francesa e é uma charmosa brasserie com mesas na calçada.


À noite, quando voltamos do nosso bate e volta, estávamos famintas e fomos direto para o Le relais de l'entrecote que tinha uma filial bem perto do nosso hotel. Chegamos lá as 8:30 da noite e conseguimos entras as 9:15 da noite. Infelizmente não tem como reservar, você terá que esperar na fila - não tem jeito! Mas até que a fila andou rápido. Já ouvimos falar de pessoas que ficaram 1h30m na fila... Agora vamos a resenha! Nós já fomos neste restaurante em Londres, e também tem post aqui, mas todo mundo diz que a experiência em Paris é bem melhor por se tratar do 'original'. E sinceramente, achamos que o sabor do molho especial da carne estava melhor em Londres. A comida estava boa, a garçonete que nos atendeu era um amor, mesmo super lotado o restaurante e você percebia que ela estava cansada, ela foi muito atenciosa e prestativa. Acreditamos que vale a pena incluir esta experiência no seu roteiro, se você tiver tempo, e claro, paciência de esperar na fila.




Dia 3

Acordamos cedo e fomos tomar café da manhã no famoso Angelina Paris, como chegamos assim que a casa tinha acabado de abrir entramos direto sem esperar na fila. Detalhe: vários brasileiros estavam no local também. A Angelina é um salão de chá parisiense de 1903, que oferece doces refinados, um menu saboroso de chocolate quente à moda antiga em um ambiente estiloso. Parece que você volta no tempo. Para os experts de chocolate quente, dizem que é o melhor do mundo. Teremos que concordar!


O bom é que você pode levar pra casa o chocolate, porque na lojinha que fica bem na frente do café, você encontra todos os doces e o chocolate em garrafa. É só esquentar em casa e pronto - perfeito!


Fomos flanar por Paris, passando pelo Louvre, claro que já tínhamos resolvido de antemão a não visitar o Louvre porque não ia dar tempo, pois queríamos encaixar o máximo de coisas possíveis em um dia. Mas mesmo que quiséssemos visitar, não daria. A fila estava enorme! E debaixo daquele sol de quase quarenta graus não aconselhamos ficar em pé em uma fila. Por isso não esqueça de comprar seus ingressos com antecedência quando você for para você furar a fila e economizar seu tempo. de lá fomos para a catedral de Notre Dame, que ainda está em obras por causa do incêndio. Fizemos visitas básicas na sephora e farmácias francesas. E finalmente conhecemos por dentro a Opera Garnier de Paris. O Palais Garnier, a famosa casa de teatro que inspirou o lendário 'Fantasma da Ópera'. A Lou é completamente fascinada pela obra do fantasma da ópera, e já fazia tempo que queríamos visitar esse local, mas nunca dava tempo. O interior do Palais Garnier é incrível em todos os sentidos.


A escadaria principal é uma construção maciça feita de mármore e decorada com ouro. No século XIX, era o local para “fazer entrada” com o seu traje mais elegante; hoje em dia é o lugar para tirar selfies sem fim. É bem concorrido o espaço.


O grande foyer, é o espaço mais luxuoso da ópera. Muito luxuoso, o Grand Foyer, tem as decorações mais ricas e extravagantes. O afresco no teto retrata a história da música, as decorações douradas, os lustres e a sensação de quão descaradamente opulento e hedonista este lugar é. Foi como visitar um palácio real e alguns consideram esta sala comparável ao Salão dos Espelhos de Versalhes.


Resumidamente vale a muito a pena a visita!


Para visitar a ópera e conhecer seu interior, você precisará de ingresso, mesmo que esteja visitando sem um guia. Aqui estão suas opções:


1. A maneira mais fácil de visitar a ópera é por meio de uma visita autoguiada - a mesma que fizemos. Você estará livre para explorar no seu próprio ritmo. Você pode obter um guia de áudio na entrada por um pequeno custo extra. Você precisará de um ingresso para uma visita autoguiada – reserve seus tickets aqui.


2. Se você preferir um passeio que possa personalizar de acordo com seus interesses, faça uma visita guiada privada à ópera com um guia profissional.


3. Você também pode fazer uma visita pública guiada à ópera. Esses passeios estão disponíveis em vários idiomas e acontecem várias vezes ao dia. Você pode comprar seu ingresso na própria casa de ópera ou reservar uma vaga com antecedência.


4. Outra ótima maneira de ver o interior da ópera é assistir a uma apresentação.


Depois desse lindo passeio, fomos para a Galeries Lafayette, que é uma grande loja de departamentos em Paris conhecida por sua moda sofisticada, comida gourmet, bela arquitetura Art Nouveau e lojas. Há muito tempo é uma atração turística popular em Paris, recebendo milhares de parisienses e visitantes todos os dias.


Aproveitamos para nos refrescar, tomar algo gelado admirando o dome e claro subimos até o 8º andar da loja Galeries Lafayette Coupole (loja principal) para desfrutar de uma bela vista de Paris. Você pode ver muita Paris daqui, incluindo a Ópera Garnier, a Torre Eiffel, a Sacré Cœur e Notre Dame. E o melhor essa vista é grátis!


Almoçamos em restaurante muito charmoso em Montmartre, que infelizmente não lembramos o nome, mas simplesmente andando pelas ruas do bairro achamos o restaurante fofo estávamos com fome, entramos e comemos. Nada demais! Por isso nem lembramos do nome.


Encontramos com a amiga francesa da Lou, que foi nos guiando pelas ruas do bairro, E não podíamos deixar de conferir o superestimado muro do Amor, aquele que aparece na série Emily in Paris e tem escrito 'eu te amo' em várias idiomas, inclusive em português. Mas honestamente? Não entendemos o hype. Bem pequeno o muro e fica lotada a pracinha pra tirar fotos com o muro. Nada demais.


Fomos para a Basílica de Sacré-Cœur ou “Sagrado Coração” em português. A basílica é uma igreja católica romana situada no topo de Montmartre, com vistas deslumbrantes de Paris, França. A Sacré-Cœur só foi inaugurada depois da Primeira Guerra Mundial, tornando-a totalmente moderna em relação à Catedral de Notre Dame. No entanto, é grandiosa e verdadeiramente uma experiência espiritual.


Os turistas marcharam como formigas pela “rua principal” colina acima, mas como estava muito quente e não estávamos afim de 'escalar' vários degraus para chegar ao topo. Pegamos uma rota alternativa para evitar as escadas e os vendedores ambulantes , pegamos o mini trem (funicular) com saídas perto do metrô Abbesses. Se você tem o navigo (passe do metrô francês), você não paga nada pela entrada. Mas caso não tenha, você precisa de comprar o ticket na bilheteria ou na máquina e custa EUR 1,60 cada ingresso de ida.


Ficamos admirando a paisagem do topo e entramos na basílica, detalhe ela tem ar-condicionado - ai que maravilha!! De lá fomos passear mais, passando pela Place du Tertre, que fica situada no coração de Montmartre. É uma das praças mais famosas de Paris, mundialmente famosa pelos seus pintores, cafés e ambiente.


Como já estava ficando tarde voltamos para o nosso hotel, deixamos nossas sacolas e voltamos para jantar no Carette de novo e fechar com chave de ouro nosso fim de semana. Fizemos quase tudo, absolutamente tudo a pé! Foram muitos quilômetros caminhados por dia, o bom que todas as calorias adquiridas também foram perdidas nesta maratona parisiense.


Voltamos para Londres na manhã da segunda-feira. Com certeza foi um fim de semana extenso e incrível! Esperamos ter ajudado com as dicas e qualquer pergunta é só entrar em contato.


Se você gostou das dicas, aproveita e segue também a gente no Instagram @emiloudaybyday 
Assim você poderá acompanhar todas as nossas viagens em tempo real!
 

Planejando sua viagem para Londres ou qualquer outro destino no Reino Unido?


Sinta-se à vontade para explorar todas as valiosas dicas disponíveis no site e canal no YouTube EmiLou Day By Day, que estão aqui para ajudar o seu planejamento.



Não deixe de conferir as recomendações de pubs e restaurantes, dicas de passeios bate e volta saindo de Londres, além das informações mensais sobre Londres, sempre atualizadas para manter você informado sobre os eventos mais interessantes ao longo do ano. Descubra todas as dicas para aproveitar Londres e o Reino Unido por quem entende de verdade! Irmãs Viajantes UK Travel Experts  🇬🇧✈️

 



Kommentare


bottom of page